Equipe Animal - Arara Canindé

CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA
ORDEM: Psitaciformes
FAMÍLIA: Psittacidae
CLASSE: Aves
NOME CIENTÍFICO: Ara ararauna
NOME POPULAR: Canindé
Nome Inglês: Blue and Yellow macaw
Nome em Francês: Ara bleu, Ara ararauna, Ara bleu et jaune
Nome em Espanhol: Guacamayo azul-dorado
Outros nomes: Arara de barriga amarela, Ara arauna e Arara Amarela. Conhecida pelos nomes de arara-amarela, também por araraí e arari que em tupi-guarani significa arara pequena, numa alusão ao seu tamanho, inferior às outras araras.

DISTRIB. GEOGRÁFICA: É encontrado desde o Brasil – da Amazônia ao Paraná - até a América Central.
HÁBITOS ALIMENTARES: Alimenta-se basicamente de sementes, frutas e nozes.
REPRODUÇÃO: Nidificam entre dezembro e maio em buracos no tronco de grandes palmeiras mortas, entre 10 e 25 metros de altura, pondo 2 ovos, que são incubados por 24-26 dias.
PERÍODO DE VIDA: Em torno de 80 anos
HABITAT: É localmente comum na copa de florestas de galeria, várzeas com palmeiras (buritizais, babaçuais, etc.), interior e bordas de florestas altas, a cerca de 500 m de altitude.

A Arara Canindé é considerada o maior psitacídeo do mundo.

Mede cerca de 80 cm de comprimento e tem um rabo bem longo. Apresenta inconfundível e vistosa coloração azul ultramarino na parte superior do corpo e amarelo-dourado na parte inferior, desde a face, ventre até o rabo. Garganta com linha negra e área nua na cabeça com linha de penas negras.

Vive em pares ou em grupos de 3 indivíduos, combinação mantida também quando se formam bandos maiores de até 30 indivíduos. São fiéis, monogâmicas, ou seja, não trocam de parceiros ao longo de sua vida reprodutiva, formando casais com vínculos muito firmes, durando vários anos até a morte de uma delas. Também são muito solidárias.

Os filhotes podem se tornar muito brincalhões e carinhosos se forem criados na mão em suas últimas etapas juvenis. Aos dois anos já exibem a plumagem de adulto Seu peso pode atingir mais de 1300g.

Tem como característica os dedos com unhas, dispostos - dois para frente e dois para trás. Na natureza, a espécie só dá cria a cada dois anos e raramente os pais conseguem alimentos para todos os filhotes. Daí, o normal é só um sobreviver. Em cativeiro, se os ovos da arara são retirados e chocados artificialmente, ela faz uma segunda postura e assim está sendo possível reproduzir um bom número dessas araras.

Entre as araras são raras a lutas. Podemos encontrar bandos diferentes numa mesma árvore, sendo freqüente avistar araras de espécies diferentes em um mesmo local, não ocorrendo brigas por território. Esse tipo de convivência provavelmente está associada às florestas tropicais onde existe a abundância de alimento, portanto, qualquer rivalidade seria supérflua. Num bando são encontrados os membros da família, dormem juntas e trocando pequenas bicadas antes de dormir, mas nada muito sério. Com o bico realizam a limpeza recíproca, um ritual que tem como função reforçar os laços familiares e conservar os vínculos conjugais, mesmo após o período reprodutivo.

Caçada por causa da beleza de suas cores e da facilidade com que aceita o cativeiro. Seus principais predadores são o Gavião-Real e primatas de médio porte.

Os psitacídeos são um dos grupos que mais sofrem com o tráfico de fauna silvestre, pois sua grande diversidade de cores e capacidade de imitar a voz humana desperta o interesse de pessoas no mundo todo, movimentando milhões de dólares por ano.


VISITE NOSSA FAN PAGE e fotos veja as fotos dos eventos!

Log in